segunda-feira, abril 16



Cabo Delgado - cemitério do exército português


"Que país é este que abandona assim aqueles que mandou morrer pelo império?"

7 comentários:

Um Poema disse...

A pergunta é hoje e sempre pertinente. Completa aquela que deixo num dos meus poemas e cujas estrofes finais aqui te deixo à maneira de agradecimento pelas imagens que tens revelado:

"...
Porquê?... Se nem os mortos se recordam?
- Supremo sabrifício de soldados,
Sem tempos de memória consagrados. -

Porquê?... Gritam as vozes que me acordam,
Nas noites que, chamando do além,
Perguntam a razão de tal desdém. "

Um abraço

VICI disse...

Inacreditável! Tomei a liberdade de usar umas fotos do seu blog.

Abraço!

Té la mà Maria disse...

irreverent, iconoclastic e liberty

http://telamamaria.blogspot.com (Catalonia - Spain)

thank

Anónimo disse...

O EXÉRCITO PORTUGUÊS não se incomodou sequer com os VIVOS. Abandonou-os à sua Sorte em Moçambique, em Angola e em toda a parte. Abandonou seus camaradas de armas negros à sanha de terroristas e muitos Portugueses e Moçambicanos nos "CAMPOS de REABILITAÇÃO " aos terroristas da FRELIMO. ACASO VAI-SE IMPORTAR COM OS MORTOS ? VERGONHA ! VERGONHA !

Anónimo disse...

Bom dia Caro Sr. Jorge Leite,
Por informação de Vitor Baião, ex-Alferes Mil.º da Companhia de Caçadores de Mocimboa da Praia, tomei a liberdade de incluir no meu site http://ultramar.terraweb.biz as imagens do seu Blog relativo ao presente assunto, salvaguardando a identificação de onde as mesmas foram retiradas.
Apresento as minhas desculpas por não lhe ter solicitado antecipadamente a sua autorização.
Os meus respeitosos cumprimentos.
António Pires
ex-Furriel Mil.º da CSM/QG/RMM
ultramar@terraweb.biz

Anónimo disse...

Olá Jorge Leite.
Já aqui dei o meu comentario mas não sei onde ele foi parar,provavelmente enganei-me no sitio a comentar.
O Vilas Boas fez parte da minha secção, estive com ele no momento da sua morte, quando de uma emboscada na estrada Mocimboa do Rovuma/Mueda.É uma VERGONHA o nosso Portugal tratar,desde sempre, assim aqueles que foram obrigados a "defender" outros interesses que não a nossa Patria.
Quando saimos de Mueda, em 1968, os nossos mortos foram deixados em Mueda.Será que já não está lá?Gostaria de saber em que cemitério, pois estamos a organizar uma ida a Moçambique e teremos que visitar quem lá deixamos, já que não foram entregues á familia.OBRIGADO.

http://br.geocities.com/batalhaocacadores1916/

jpascoalmonteiro@sapo.pt

Anónimo disse...

Palavras para quê ?
Não há palavras para afogar a mágoa de um povo que só tem tido governos de fachada e não se preocuparam um pouco com os compromissos de Lusaka, nem sequer tiveram coragem para trazer os restos mortais daqueles que foram enviados contra a sua própria vontade para a chamada guerra colonial.